NO RETREAT, NO SURRENDER 2 aka RAGING THUNDER (1988)

zphho5q

Este aqui é uma lindeza de filme, mas prefiro o título original no qual fora produzido: RAGING THUNDER. Genérico, clichê e sem qualquer sentido! Mas quem se importa? Depois, no entanto, os produtores tiveram a “brilhante” ideia de encorporá-lo como um exemplar da série NO RETREAT, NO SURRENDER, que já comentei por aqui no post anterior, cuja principal importância para a história do cinema mundial foi ter apresentado ao mundo um certo ator belga que faria a alegria da moçada na época. Só que RAGING THUNDER é totalmente “independente”, já que não possui nada que faça ligação com o filme anterior. Em outras palavras, fiquem à vontade para assistir a este aqui sem se preocupar em conferir o primeiro. Não vai fazer diferença alguma.

Não sei a que fim levou Kurt McKinney (que trocou o cinema de luta por um casamento), o protagonista do primeiro NO RETREAT, NO SURRENDER, mas aqui é substituído por Loren Avedon, que interpreta um kickboxer americano (saudade dos tempos quando os heróis dos filmes de ação ainda possuiam a profissão “kickboxer” e isso quase bastava para desenvolver uma trama) que viaja até a Tailândia e se vê envolvido numa situação perigosa quando sua namoradinha à distância (para os mais novos, naquela época não havia internet e as pessoas se correspondiam através de um papel escrito à mão, chamado carta) é sequestrada por uns russos que, dentre várias atividades, traficar humanos parece ser uma das mais rentáveis. Avedon, então, une forças com a Cynthia Rothrock e um outro americano maluco e enfrenta um verdadeiro exército para salvar a vida da mocinha.

1749412yp-t7pmy5lkvdijrnp2232rrcixvh8a_s7n9iswuz4qewaepzzrjpu-rjbihmuettpjctkiusj0qmdedrko4wa

Saudade, também, do tempo em que o herói deveria apenas salvar a mocinha… É que 80% dos filmes de ação da atualidade é protagonizado por heroizinhos com conflitinhos psicológicos banais, cheio de complexidades e missões exacerbadas, mas não aguentariam 30 segundos com um Loren Avedon, Jeff Speakman ou Billy Blanks no mano a mano (o Liam Neeson não faz parte dos 80%).

Lembrei que NO RETREAT, NO SURRENDER 2 também foi dirigido pelo Corey Yuen, então existe ao menos essa relação com o filme anterior, que apesar de ser legal, este aqui o supera com folgas, é bem melhor em todos os sentidos. Yuen utilizou a mesma equipe do departamento de ação de BLONDE FURY, com a Rothrock, que arrebenta nesse tipo de cena. O diretor desta vez foi às favas com aquela mensagenzinha de “acreditar em si mesmo e blá blá blá” do filme anterior e substituiu com doses brutais de pancadaria e ação.

tumblr_m76p4wtito1rs4t21o1_1280

Loren Avedon nunca vai ganhar um Oscar pelo conjunto da obra, mas o sujeito é um lutador extremamente talentoso e não fica muito atrás dos especialistas no assunto lá do oriente. Da mesma forma Rothrock, que dispensa apresentação (aliás, eu sou o único que acha ela uma tetéia?). Mas para os apreciadores da moça, já aviso que se estão procurando performances interessantes dela por aqui, vão sair desapontados. Recomendo o já citado BLONDE FURY ou RIGHTING WRONGS (ambos do Yuen) para conferir do que a mulher é capaz! O “chefão dos bandidos” da imagem aí de cima é o alemão fortão Matthias Hues, fazendo sua estréia no cinema, substituindo o papel que seria de Jean Claude Van Damme (que pulou fora para fazer O GRANDE DRAGÃO BRANCO). Responsabilidade! Mas a luta final entre ele e Avedon é épica! Um dos momentos dignos de antologia da era dos kickboxer movies!

Uma curiosidade é que Hues não era bem um especialista em lutas. Nunca havia feito cenas desse porte, contracenando com lutadores e encarando coreografias elaboradas. Como disse, este aqui é seu primeiro trabalho como ator. Era apenas um cara visualmente forte… Então, colocaram o sujeito para treinar intensivamente com o lendário ator e coreógrafo Hwang Jang Lee e, passado algumas semanas, chegou o momento de filmar a tal luta final e… bom, basta conferir no filme o belíssimo resultado.

1431585260_340565586_kadrs

Pretendo continuar escrevendo nos próximos posts sobre as “continuações” de NO RETREAT NO SURRENDER. O terceiro filme da série chegou aqui no Brasil com o título de OS IRMÃOS KICKBOXERS, é um autêntico clássico do gênero e possui papel importante na minha formação cinéfila (foi o primeiro kickboxer movie que assisti na vida!). Há ainda o quarto capítulo, que nunca recebeu o título NO RETREAT, NO SURRENDER, mas chegou a ser lançado em alguns países como KARATE TIGER 4 (mais uma maneira na qual a série foi veiculada). Estamos falando de THE KING OF THE KICKBOXERS. E como também possui o Loren Avedon, não dá para não considerar parte da franquia.

4 pensamentos sobre “NO RETREAT, NO SURRENDER 2 aka RAGING THUNDER (1988)

  1. Cara, esse filme é uma belezura! A rapaziada quebrava a madeira alucinadamente de maneira brutal e empolgante! A velocidade me cativava.
    … e a Cynthia, ainda tetéia.
    E please, continue escrevendo sobre a saga da ¨não rendição¨!
    Atélogoamente.

  2. Nunca assisti esse filme,pois na epoca descobri que o Van Damme não fazia e decidi não aluga-lo .. mas quando descobri que á Cynthia Rothrock fazia o filme não consegui acha-lo mas pra locação e pior o filme deixou de ser exibido na TV , tambem isso já era o começo dos anos 2000.
    Agora somos dois que acham Cynthia Rothrock uma tetéia.. sempre ache ela muito bonita ,ela tem uma beleza exotica e como luta no seus filmes a baixinha é boa mesmo de briga ( queira se golpeado por ela um dia) ,pena que ha pouco filmes dela no falido mercado de DVD Brasileiro ,eu só tenho dois filmes dela ” Grande Fuga ” e ” Guardiões do Sol ” não sei se foi lançado mais do que isso, caso voce saiba que fora lançado mais filmes dela, me tire essa duvida amigo Perrone,ok?

    • Também não sei se foram lançados mais coisas dela por aqui… Mas deveria. A moça tem vários filmes bem legais no final dos anos 80 e início dos 90. Fase boa pra esse tipo de filme…

Deixe uma resposta para Anselmo Luiz Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.