OS FILMES QUE LEE MARVIN NÃO FEZ

Lee Marvin tem uma das carreiras mais respeitáveis do cinema. Fora que dedicou boa parte de sua filmografia a alguns dos gêneros que eu adoro e, não foi a toa que acabou se tornando o meu ator favorito.

Trabalhou em noir’s, como OS CORRUPTOS, de Fritz Lang, protagonizando o famoso cafezinho quente no rosto de Gloria Grahame.

Ação e policial! THE KILLERS, PRIME CUT, POINT BLANK, CANICULE, etc… até COMANDO DELTA, seu último filme, dividindo a tela com Chuck Norris.

Fez um bocado de westerns sendo dirigido pelos melhores do ramo, como John Ford e Budd Boetticher. Inclusive ganhou o oscar de melhor ator de 1965, com CAT BALLOU, quando encarnou dois personagens no mesmo filme.

Não faltam produções de guerra também. OS DOZE CONDENADOS, de Robert Aldrich, AGONIA E GLÓRIA, de Samuel Fuller, a lista é longa e vou parar por aqui… até porque não são dos filmes que ele participou que eu gostaria de falar, mas sim dos filmes que ele NÃO participou.

Fiquei impressionado com a quantidade de papéis importantes que Lee Marvin recusou!

Não quis interpretar, por exemplo, o General George S. Patton em PATTON – REBELDE OU HERÓI. Acabou nas mãos de George C. Scott, que venceu o Oscar daquele ano.

Lee Van Cleef ficou com o papel do Coronel Douglas Mortmer, em POR UNS DÓLARES A MAIS, de Sergio Leone, após Lee Marvin ter rejeitado pra fazer CAT BALLOU.

Recusou até Sam Peckinpah, com quem teve alguns desentendimentos, no personagem que viria  a ser de William Holden em MEU ÓDIO SERÁ SUA HERANÇA.

As escolhas iniciais de John Boorman em AMARGO PESADELO eram Marlon Brando e Lee Marvin, mas o nosso ator favorito alegou que estavam velhos demais para aquilo e os papéis foram para Burt Reynolds e Jon Voight.

Também resolveu deixar de lado o Coronel Trautman no primeiro filme da série RAMBO.

Nem quis saber de trabalhar com o diretor William Friedkin e recusou OPERAÇÃO FRANÇA e COMBOIO DO MEDO.

Não consigo imaginar Dirty Harry sem a face de Clint Eastwood em PERSEGUIDOR IMPLACÁVEL, mas por pouco teríamos o rosto carrancudo de Lee Marvin.

A mesmíssima coisa o Paul Kersey de Charles Bronson em DESEJO DE MATAR.

Ainda teve TUBARÃO, de Steven Spielberg, onde deveria ter feito Quint, personagem que acabou com Robert Shaw, e o GUERRA DOS MUNDOS original, onde faria o protagonista.

Francis Ford Coppola chegou a escrever um bilhetinho pedindo ao Marvin para que atuasse em APOCALYPSE NOW na pele do Coronel Kurtz (quando ainda era Coronel Karnage):

clique na imagem para não forçar demais as vistas.

Com um bilhetinho desses, até o David Caruso teria recusado.

Fico imaginando o que Lee Marvin teria aprontado com todos esses personagens… talvez um dia chegasse aos pés desse mestre da interpretação aqui:

2 pensamentos sobre “OS FILMES QUE LEE MARVIN NÃO FEZ

  1. Po não imaginava essa. O cara simplesmente recusou papéis nos filmaços do Peckinpah, do Friedkin e do Coppola?? Três dos meus diretores favoritos.

    Bom pelo menos ele não recusou “Os Doze Condenados”. Se não ia sobrar muito pouco para ele …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.